Memorial Judaico

No jardim do antigo asilo Barão do Amparo 

Inaugurado em 1992, é uma homenagem aos dois judeus reconhecidos na cidade no século XIX: Benjamin Benatar e Miguel Levy, que faleceram em 1859 e 1878, e foram enterrados no antigo terreno da Sta Casa de Misericórdia pois não puderam ser sepultados no cemitério local devido a divergências religiosas da época. 

O projeto de recuperação do local e de construção do memorial foi elaborado pelo paisagista Roberto Burle Marx, conservando as pedras tumulares, as matzeivas (lápides) das duas personalidades 

©2019 por Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo